NI
Neurologia infantil

(Profa. Ana Hamad,
Profa. Patrícia Aparecida Zuanetti, Profa. Carolina Funayama – Aposentada)

                Compreende pesquisa científica e produções técnicas em 3 áreas temáticas da neurologia infantil. 1. Epidemiologia das doenças neuropediatricas. 2. Diagnóstico, seguimento e tratamento de doenças raras de interesse neuropediatrico. 3. Neuroreabilitacao. Ja foram defendidas 14 dissertações de alunos de mestrado profissional que abordaram projetos dessa linha de pesquisa, o que coloca o programa entre os principais programas de pos-graduacão com foco em Neurologia Infantil do País.

Projetos de pesquisa já concluídos: 

  • Validação do core set resumido da classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde para crianças e jovens com paralisia cerebral.
  • Projeto de Pesquisa Natureza do Projeto Situação Adaptação e implantação do protocolo de atendimento REAVER com base nas particularidades do AVC em crianças (REAVER – Registro de Acidente Vascular Encefálico em crianças de Ribeirão Preto).
  • Associação entre hemimegalencefalia e esclerose tuberosas: revisão de literatura e relato de caso.
  • Incidência de doenças neuropediátricas em um serviço de emergência de nível de atendimento terciário – proposta de protocolos de atendimento e conduta.
  • Doênça de Charcot Marrie Tooth tipo 1A em crianças: Características clínicas e evolução.
  • Epilepsia de difícil controle como manifestação de tumor cerebral na infância e adolescência: características e desfechos clínicos.
  • Modelo de triagem e diagnóstico de transtornos da aprendizagem.
  • Niemann Pick tipo C: alterações fenotípicas e genotípicas de uma casuística brasileira.
  • Superposição de Síndrome de Sturge Weber, Síndrome de Klippel-Trenaunay, Facomatose Pigmentovasculais tipo II e Nevus de Ota: revisão literária e relato de caso.

 

Projetos de pesquisa em andamento: 

  • Análise pós-cirúrgica da qualidade de vida de crianças e adolescentes submetidos à hemisferotomia para tratamento da epilepsia refratária
  • Avaliação de qualidade de vida em crianças e adolescentes com epilepsia farmacorresistente submetidos à cirurgia para tratamento de epilepsia
  • Fatores prognósticos relacionados ao período de hipotermia terapêutica em recém-nascidos
  • Lipofusinose tipo 6: aspectos clínicos de uma série de casos
  • Operacionalização e resultados da aplicação Core Set resumido de 6 a 14 anos da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde para Crianças e Jovens com Paralisia Cerebral.
  • Perfil da retirada de fármacos antiepiléticos em pacientes pediátricos com epilepsia farmacorresistente após tratamento cirúrgico.
  • Proposta para otimização de fluxo de pacientes entre os níveis de atendimento no sistema único de saúde.
  • Transtorno do espectro autista e dispraxias: correlações endofenotípicas em uma amostra de pacientes.
  • Triagem e diagnóstico de transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e transtornos de ansiedade em crianças com 6 a 10 anos encaminhados da Escola Estadual Hermínia Gugliano Ribeirão Preto – SP.